• pt-pt
  • en
  • es

 eRegime jurídico SCIE

A porta corta fogo, também chamada de PCF é uma porta resistente ao fogo.

É utilizada com a finalidade de garantir protecção contra incêndios, também impedindo a passagem de fogo ou fumo entre compartimentos. Facilita a fuga de pessoas e resgates.
As portas corta fogo são usadas em vários locais no dia a dia, como shoppings centers, teatros, cinemas, entre outros.

É indicada também para entradas de escritório, áreas de refúgio (bunkers), antecâmaras e separação de áreas de riscos. Locais de acesso restrito, ou que se comunicam directamente com rotas de fuga, acesso às passarelas e intercomunicações entre edifícios. Acesso a recintos de medição, protecção e transformação de energia eléctrica.

É requerida em edifícios comerciais ou residenciais, instalações industriais, marítimas, entre outros projectos.

Sendo um produto seguro, se não for sujeito a uma manutenção e verificação periódicas pode perder as suas características e não cumprir a sua principal função.

Entrou em vigor em Janeiro de 2009 a lei 220/2008 que estabelece o regime jurídico da segurança contra incêndios em edifícios.

Esta lei está regulada pela portaria 1532/2008.

Entre outras obrigações legais a nova lei estabelece a obrigatoriedade de verificação periódica dos elementos corta-fogo existentes nos edifícios, à semelhança do que já acontecia anteriormente com os extintores.

Entre estes elementos contam-se por exemplo as portas que separam a escada dos átrios dos elevadores.

Sr. Administrador: cumpra com a lei. Mantenha em bom estado as portas corta-fogo dos seus condomínios.

Contacte-nos para saber como.

Add Comment